Poesia natalina


Caixas de tamanhos diversos,
cores mil,
laços bordados em todos os extremos,
Vitrines com cenários Natalinos,
com o verde acenando a esperança
Rumo à vidas sem dores e guerras

As fitas dos presentes se desembrulham,
caem livremente,
como na dança de um corpo ritmado

O espírito do amor baila pelos ares,
exalando a pétala da bondade
Suave e profunda,
acaricia os rostos embriagados pela desilusão
Os espinhos são contemplados por olhares profundos
Mesclam-se nas pétalas que formam pedaços de flores
Unidos em só canção

Nas vozes trêmulas de anjos
Gotejam a alma faceira
De um mundo mais harmônico
Celebrando a aspirante PAZ.

(Débora Villela Petrin)

2 comentários:

  1. Ain que fofsinhoo, adoro, amo essa época *--*

    http://things-and-things.blogspot.com/

    Deixe um recadinho e vote na enquete? PLIS

    Feliz Natal.

    ResponderExcluir
  2. Olá e ai tudo bem?
    Adorei este texto.
    Natal é a melhor época do ano,sem duvidas
    Visita?tenho um novo post.
    RIMAS DO PRETO

    Beijos e bom fim de semana

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.

Um blog inspirado nos noivinhos mais apaixonados: Menarle & Aline. Muito obrigada pela sua visita, comente, compartilhe, Use&Abuse!

Search

Carregando...

Top 10 (:

Seguidores