Vírus do amor


Modo de montagem:
É tipo um tubo de ensaio, com uma tampinha.
Você coloca um pozinho cheiroso e escreve assim em um cartão:
"Você foi infectado com o vírus do amor. Essa doença não tem cura, agora você vai me amar parampre."
Para quem quiser, pode pegar um vidrinho em formato de ampola também, e colocar o pó.
Outra opção é um divertido bonequinho em resina, dentro de um frasquinho para oferecer ao seu amor.

Mensagem sugerida:
"É o vírus mais antigo da face da terra. Ele é altamente contagioso e é transmissível através do contato físico, ou mesmo, em alguns casos raros, por um simples olhar.
Sintomas mais comuns:
A pessoa contaminada fica alegre, muito alegre, olhar parado (olhar de bobo), não consegue pensar em nada, a não ser no transmissor do vírus e o coração aumenta de tamanho de uma forma assustadora (o mais interessante é que não é detectado por exames cardiológicos).
Antídoto:
Ainda não foi inventado nenhum e parece que não há ninguém interessado em descobrir algum antídoto. Felizmente, existe uma fórmula muito antiga que não falha: Fique perto, muito perto mesmo, o mais tempo que puder (se possível 24 horas por dia), do transmissor do vírus, dê e receba muito AMOR.
IMPORTANTE: Siga corretamento a fórmula, não desaparecendo os sintomas, aumente a dose, pois não adianta procurar um médico (a não ser que ele seja o transmissor do vírus). "


Dica: Para quem ainda não fez a dica das "Pílulas do amor", é bem legal entregar os dois juntos.

3 comentários:

  1. Muito engraçado esse bonequinho *-*'

    ResponderExcluir
  2. onde acho o bonequinho pra comprar? Moro em SP. Obrigada, Giselle.

    ResponderExcluir
  3. Gostaria de saber como compro esse boneco. Adorei. taty

    ResponderExcluir

Blog Archive

Tecnologia do Blogger.

Um blog inspirado nos noivinhos mais apaixonados: Menarle & Aline. Muito obrigada pela sua visita, comente, compartilhe, Use&Abuse!

Search

Carregando...

Top 10 (:

Seguidores